Etiquetas

sábado, 27 de dezembro de 2014

EASTERN BOYS de Robin Campillo

Daniel, um cinquentão gay e solitário, conhece um jovem ucraniano, Marek, na Gare du Nord em Paris e engata-o. Marek combina ir a sua casa no dia seguinte, mas não o faz sozinho, levando consigo um gang de jovens do Leste que, apesar de não fazerem mal a Daniel, lhe roubam todo o recheio da casa. Dias mais tarde, só por si, Marek visita-o de novo e consumam o acto para o qual Daniel estava disposto a pagar. Estas visitas começam a ser mais frequentes e a sua relação vai-se aprofundando. Mas o gang não está disposto a abdicar de Marek.

Fui ver este filme com poucas expectativas e fui surpreendido por uma boa e original história, sobre a relação de um homem mais velho com um jovem que podia ser seu filho. Adorei o facto do realizador Robin Campillo não tecer moralismos sobre este assunto e gostei da sua refrescante e desavergonhada abordagem. Mas o filme é mais que isso, Campillo mostra-nos também um pouco do mundo complicado dos jovens de Leste que recentemente têm invadido as principais cidades europeias.

Pode haver quem ache que uma ou outra cena é demasiado longa, como por exemplo o assalto a casa de Daniel. É verdade que este cena parece interminável, mas está filmada de forma eficaz e consegue-nos colocar no lugar de Daniel.

A relação entre Daniel e Marek é bem interpretada por Olivier Rabourdin e Kiril Emelyanov, os dois dão-lhe credibilidade e emoção. Quem também vai muito bem e de certa forma rouba a atenção aos protagonistas é Daniil Vorobyov, no papel do chefe do gang ele é provocador, louco, imprevisível e sexy.

Um bom filme, cuja história nos consegue surpreender e que se segue com interesse e algum suspense. Classificação: 7 (de 1 a 10)



video

Sem comentários:

Enviar um comentário