Etiquetas

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

OUT IN THE DARK (Alata) de Michael Mayer

Nimr é um estudante palestiniano que tem um passaporte para se poder deslocar duas vezes por semana a Tel Aviv. Roy é um advogado israelita com uma boa carreira em Tel Aviv. Os dois conhecem-se num bar e apaixonam-se, mas a sua relação é assombrada pelo eterno conflito israelo-palestiniano, agravado pelo facto do irmão de Nimr ser terrorista e pela policia israelita tentar chantagear Nimr.

Mais que uma história de amor entre dois homens, este filme mostra um lado mais pessoal do conflito israelo-palestiniano, sem tomar qualquer partido por nenhum dos lados. Mostra também a forma como a homossexualidade é encarada na Palestina, onde ser-se gay é uma vergonha para toda a família, mas ser-se terrorista é perfeitamente aceitável. Culturas diferentes que provavelmente nunca irei entender.

Quanto à relação entre Nimr e Roy é filmada de forma muito casta, quase platónica. Os dois bem parecidos actores, Nicholas Jacob e Michael Aloni, parecem mais amigos do que dois homens apaixonados e capazes de tudo pelo seu amor. Esta falta de química entre os dois prejudica um pouco o filme.

Sem querer revelar muito, o facto do final ficar em aberto a várias interpretações funciona um bocado como anti-clímax. Independentemente disso, é um retrato interessante de uma realidade diferente da nossa, que nos leva a pensar o sortudos que somos em viver numa sociedade mais aberta e tolerante. A maior parte das vezes damos importância a merdas que não interessam nada e devíamos dar mais valor aquilo que temos, em vez de nos estarmos sempre a lamentar.  Classificação: 6 (de 1 a 10)




video

Sem comentários:

Enviar um comentário